Menu
  • LinkedIn
  • Visite nosso Instagram
Browsing "Dicas"

VAI LEVAR A BIKE NO CARRO?

set 15, 2016   //   by admin   //   Dicas, Segurança no Trânsito  //  No Comments

Vai andar de bicicleta no fim de semana? Saiba como transportar a magrela dentro e fora do carro para não botar sua segurança e a da sua família em risco. E se o transporte estiver fora das conformidades, você ainda pode levar uma multa. Veja as dicas do Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi Brasil) e tenha um bom passeio!

bike

DENTRO

Além de verificar se a bicicleta cabe no espaço interno do carro, lembre-se de prender partes como roda, garfo e quadro. Quando for necessário, rebaixe o banco traseiro. A bicicleta deve ser bem fixada para que, em caso de colisão, não se desprenda e atinja os ocupantes dos bancos da frente.

EM CIMA

Se você for utilizar suportes de teto, após a instalação, verifique a altura total (carro + suporte + bicicleta) para não correr o risco de enroscar em placas de sinalização, entradas de garagens, entre outros. A regra de altura de 50 cm estipulado para as cargas transportadas no teto não vale para bicicletas.

ATRÁS

O conjunto suporte-bicicleta não pode cobrir a placa nem as lanternas. Se isso acontecer, instale peças sobressalentes no suporte. A placa deve estar 100% visível e legível. Também não é  permitido ultrapassar a largura do automóvel. Para ficar dentro da regra, desmonte uma parte da bike.

CUIDADO

A quantidade de bicicletas transportadas deve ser levada em consideração.

Cada suporte tem seu limite de peso e tamanho.

PLACA COBERTA

Não deixe o suporte ou a bicicleta encobrirem a placa ou lanternas. Essa prática, além de perigosa, é considerada infração gravíssima: 7 pontos na CNH e multa de R$ 191,54.

BICICLETA SOLTA

Verifique se o suporte e a bicicleta estão bem fixos. Objetos que se soltam dos veículos podem causar acidentes, além de ser infração gravíssima: 7 pontos na CNH e multa de R$ 191,54.

NO LIMITE

Se o suporte ultrapassar os limites de largura do carro, constitui infração grave: 5 pontos na CNH e multa de R$ 127,69.

Fonte: http://caranddriverbrasil.uol.com.br/carros/como-fazer/

Dicas de como guardar a sua bagagem no carro

out 7, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

Nas estradas é comum ver carros com malas, sacolas e mochilas amontoadas, além de objetos soltos no seu interior. Em alguns casos, o excesso de bagagem acaba prejudicando a visibilidade traseira do motorista.

bagagem

Isso, além de perigoso, também pesa no bolso: de acordo com o artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro, obstruir a visão do retrovisor interno é uma infração grave e sujeito a multa.

Veja algumas dicas para ajudar você a guardar tudo o que for necessário levar na sua viagem:

  • Faça listas relacionando tudo o que você vai precisar na viagem. Assim você terá noção de tudo que será transportado e saber onde colocar cada coisa em seu lugar;
  • Evite arrumar as malas às pressas. Faça tudo com tempo e organização, pensando no que deve deixar a mão em caso de emergência;
  • Deixe em casa tudo o que for desnecessário. Qualquer quilo a mais pode influenciar no consumo de combustível;
  • Separar a bagagem por categoria facilita bastante. Por exemplo, disponibilize um bagageiro para roupas, agasalhos, cobertores, produtos de praia, alimentos etc;
  • Use malas de tamanhos variados, aproveitando todo o espaço do porta malas;
  • Tenha sempre à disposição uma mala pequena, onde caibam documentos, artigos eletrônicos ou até que você possa levar para a praia ou uma caminhada;
  • Coloque os volumes mais pesados no fundo. As malas maiores e aquelas mais rígidas ficam embaixo.Por cima delas a bagagem mais flexível e os objetos frágeis;
  • Procure equilibrar o peso da bagagem, dividindo as malas por todos os lados do carro. Além de facilitar a condução, também evita o desgaste de peças da suspensão;
  • Não deixe nenhum objeto solto dentro do carro.Inclusive as coisas que ficam no painel, nos bancos, nos portas-treco e principalmente em cima da tampa traseira, nos carros do tipo perua e naqueles em que se tem acesso ao porta-malas pelo interior do veículo. Isso é fundamental, porque, em caso de acidente, um objeto solto pode ser uma armadilha;
  • Cuidado com latas de refrigerante e garrafas de água. Se não estiverem bem encaixadas podem escapar e rolar para os pedais do motorista, o que pode ocasionar um acidente;
  • No caso de brinquedos para as crianças, leve somente aqueles que cabem nos compartimentos internos do carro;
  • Uma opção para resolver a falta de espaço pode ser a instalação de bagageiros ou racks que podem ser instalados no teto do carro. Mas, um detalhe importante é que esses acessórios podem interferir na aerodinâmica do automóvel, influenciando o consumo de combustível.

Com as malas bem acomodadas, agora é só pegar a estrada, curtir a viagem e relaxar.

 Fonte: www.azulseguros.com.br

Aprenda o jeito certo de dar a partida no seu carro

set 4, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

post_partida

Ao dar a primeira partida do dia no seu veículo, ou ligá-lo após um longo período sem uso, você já deve ter percebido que há uma elevação da rotação (rpm) em marcha lenta, o que é visível no conta-giros. Quando o carro permanece sem uso por um longo período (geralmente entre 90 minutos a 120 minutos), é natural que ele tente se adequar às condições do ambiente, além de seus lubrificantes e fluidos escoarem para a parte mais baixa do sistema.

Para que você saiba a melhor forma de dar a partida, o Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária) dá algumas dicas. A primeira etapa é ligar a ignição, virando a chave no primeiro estágio, em que as luzes indicadoras do painel de instrumentos vão acender. Em seguida, basta esperar alguns segundos até as luzes se apagarem e só depois dar a partida no motor, virando a chave no segundo estágio.

Vale destacar que essa elevação momentânea da marcha lenta, ou visivelmente do rpm, tem relação com a mistura de ar e combustível, temperatura, pressão atmosférica, viscosidade do lubrificante, emissões de gases, entre outros aspectos. Portanto,o ideal é aguardar a normalização da marcha lenta (diminuição do rpm) antes de sair com o veículo.

Depois do período de adaptação do sistema de injeção eletrônica, o veículo deve ser conduzido de forma moderada até atingir sua condição normal de temperatura de operação.

Fonte: http://carsale.uol.com.br/

 

10 itens que você mesmo pode checar no carro

ago 10, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

Veja 10 itens que você mesmo pode checar no carro:

manutencao_carro

  1. Água – O nível de água é imprescindível que seja checado antes de uma viagem.
  2. Óleo – Outro nível a ser verificado é o do óleo. Atuando em conjunto com o motor, é de extrema importância que o seu nível não esteja abaixo do mínimo.
  3. Estepe – Nunca deixe o estepe em mau estado, afinal ele será fundamental em situações adversas.
  4. Extintor – Confira sempre se o extintor está no local e com o prazo de validade em dia.
  5. Luzes – Os piscas, a luz de freio, a ré, o alerta, a iluminação traseira, os faróis alto e baixo devem ser sempre testados antes de pegar a estrada.
  6. Itens de emergência – É de extrema importância a presença do macaco, do triângulo de sinalização e da chave de roda pelo veículo.
  7. Freio de mão – O freio de mão deve estar regulado.
  8. Volante – Antes de um percurso mais longo, faça um teste com o carro e repare se há trepidações pelo volante.
  9. Palhetas – A checagem das palhetas pode ser feita de forma visual.
  10. Pneus – Todos os quatro pneus devem ser visto bem de perto.

Como Evitar o Desgaste Precoce da Embreagem

jul 3, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

Cuidados com a embreagem evitam desgaste precoce.

embreagem

Fundamental para colocar o carro em movimento, a embreagem precisa de alguns cuidados para não se desgastar rapidamente. Ao ter seu funcionamento comprometido, ela passa um desconforto para o motorista e passageiro, além de comprometer outros componentes do veículo.

A sua função principal é controlar a transmissão do movimento do motor para o câmbio, facilitando o engate das marchas. Abaixo algumas dicas para que a embreagem do seu carro não quebre precocemente.

  • Evite deixar o carro engrenado enquanto estiver parado. Ao parar no sinal de trânsito, deixe o carro em ponto morto, sem apertar o pedal da embreagem.
  • Nunca descanse o pé no pedal da embreagem. Essa prática afasta o platô do disco e causa o lixamento do disco. Ao gerar esse desgaste, o motorista provoca o superaquecimento do sistema.
  • Não arranque com o carro em segunda marcha. Utilize sempre a primeira marcha para iniciar o movimento e assim sucessivamente. Ao reduzir ou aumentar a velocidade, troque de marcha gradativamente, sempre em ordem e de acordo com as rotações do motor. Isso fará com que as peças da embreagem trabalhem de forma suave.
  • É importante acertar a sincronia entre soltar a embreagem e acelerar o carro para arrancar. Se você acelera demais e solta pouco a embreagem, acontece a chamada “queimada da embreagem”, fazendo com que o carro não desenvolva e aumente o consumo de combustível.
  • Caso o carro esteja em local com o plano inclinado, em uma rampa, por exemplo, não use a embreagem/acelerador para segurar o carro. Utilize o freio de mão para exercer esta função.

Fonte: http://economia.terra.com.br/carros-motos/meu-automovel

Dicas para Economizar Combustível

mai 25, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

Veja algumas dicas que ajudam a economizar combustível.

economizar_combustivel

  1. Elimine o peso desnecessário – muitas pessoas fazem do porta-malas um armário e acabam guardando muitos itens que não precisariam estar ali. Procure deixar objetos que não utiliza no seu dia a dia em casa.
  2. Mantenha os pneus sempre calibrados. Calibre semanalmente, respeitando a pressão correta recomendada pelo fabricante do veículo. Consulte o manual de seu carro.
  3. Sempre que possível trafegue com as janelas fechadas.  Ficar com as janelas abertas, com o carro em movimento, acarreta danos consideráveis no consumo por causa do aumento de resistência ao avanço da aerodinâmica.
  4. Reduza as marchas em breves paradas e evite freadas bruscas.
  5. Não conduza o veículo em “ponto morto”.
  6. Sempre que possível evite o uso do ar condicionado.
  7. Desligue o veículo em paradas superiores a 5 minutos.
  8. Abasteça em postos que oferecem produtos originais. A gasolina adulterada tem baixa octanagem, o que por sua vez gera queimas rápidas, resultando em consumo além do previsto no desempenho oficial, conforme manual de proprietário.
  9. Arranque sempre de forma suave.
  10. Cuide da manutenção do veículo, mantenha principalmente a troca de óleo, alinhamento e balanceamento em dia.

 

Dicas Para Manter Seu Carro em Ordem

mar 30, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

pgblogpaz

Manter a manutenção do carro em dia também é uma atitude para trazer a paz ao trânsito, e esta atitude depende de você.

Veja aqui algumas dicas de cuidados básicos que você mesmo poderá ter para manter o seu carro em ordem.

Semanalmente

  • Verificar se o reservatório dos lavadores do para-brisa está com água;
  • Verificar o nível da água/líquido do sistema de arrefecimento;
  • Verificar o nível do óleo do motor;
  • Calibrar os pneus, não se esquecendo de checar também a pressão do estepe.

Mensalmente

  • Checar o nível do fluido da direção hidráulica. Para isso, basta abrir o reservatório e conferir, por meio do medidor existente na própria tampa. Se for necessário, complete com o óleo indicado pelo fabricante no manual do proprietário.
  • Verificar o funcionamento das lâmpadas e substituir, se houver necessidade. O processo é simples, mas deve se ter cuidado ao manusear a lâmpada nova, principalmente se for dos faróis.
  • Conferir o estado do filtro de ar. Geralmente um filtro de ar dura aproximadamente 10.000 quilômetros, mas quem trafega em locais muito empoeirados ou por estradas de terra, deve trocá-lo com mais frequência.

Semestralmente

  • Verificar a borracha dos limpadores do para-brisa e providenciar a substituição se estiverem ressecadas ou danificadas. Em caso de substituição das palhetas, lembre-se de comprar a peça específica para o seu modelo de carro.

Demais cuidados e verificações

  • Bateria – Se os pólos da bateria estiverem cobertos por uma espécie de pó esverdeado, não se assuste. Trata-se do zinabre, produto resultante da oxidação dos terminais dos cabos, causado pelo ácido do interior da bateria. O problema é comum e não indica nenhum defeito. Para eliminá-lo, limpe os pólos com uma escova e lubrifique-os com uma leve camada de graxa branca ou vaselina, antes de religar os terminais. Ao religar cuidado para não inverter os pólos. Reconecte primeiro o positivo, depois o negativo.
  • Fusíveis – Se o farol não ascende e a lâmpada não está queimada, então a causa poderá ser o fusível. Confira no manual do veículo a localização do compartimento de fusíveis. A seguir, verifique qual deles é o responsável pelos faróis, retire-o e substitua por um novo. Atenção: não improvise com fusíveis de amperagem diferente ou outro tipo de material (arame, papel aluminizado). Isso pode causar sérios danos ao sistema elétrico do automóvel, além de proporcionar risco de curto-circuito e até mesmo incêndio.

Outras verificações importantes 

Além dos procedimentos descritos acima existem outros, como o alinhamento da direção, balanceamento de rodas, troca de óleo, filtros e velas, por exemplo, que também não podem ser esquecidos, mas que, por sua complexidade ou necessidade de equipamentos específicos, devem ser feitos por um mecânico.

Consulte sempre o manual do proprietário para saber os prazos recomendados para a manutenção preventiva, os produtos e as especificações certas para o seu carro.

Dicas para Conviver com Caminhões e Ônibus nas Estradas

mar 5, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

paginablog

Vai pegar a estrada? Saiba conviver com caminhões e ônibus. Eles custam a ganhar velocidade e não podem desviar repentinamente.

Conviver com os “grandões” nas estradas exige, portanto, cuidados redobrados. Confira dicas essenciais:

  • Mantenha distância segura. Quanto mais pesado, maior é a distância exigida para que o caminhão ou o ônibus consiga parar com tranquilidade. Se já é difícil parar um veículo pesado, imagine em alta velocidade. Caso ele tenha freios ABS, a distância de frenagem será menor. Na dúvida, é melhor manter uma distância segura. É importante ainda ficar longe daqueles caminhões que parecem não ter a carga bem presa ou com tamanho inadequado para a carroceria. Em altas velocidades, é preciso ter os pneus, freios e suspensão em dia. Muitos motoristas só descobrem isso quando não conseguem controlar o caminhão em uma frenagem repentina. É mais um motivo para você manter boa distância. Até porque, devido ao tamanho da carroceria, é difícil enxergar quem está à volta. Outra característica dos “grandões” é a dificuldade em alterar o trajeto. Mudanças bruscas de direção, na maioria das vezes, acabam em capotamento, principalmente, se as cargas forem pesadas, altas ou vivas. Por isso, é melhor não ficar ao lado deles em curvas ou serras.
  • Como fazer um ultrapassagem segura? A colisão frontal é o tipo de acidente mais comum nas estradas. Em viagens, a tendência é sair logo de trás do caminhão e tentar a ultrapassagem. Como tomar a decisão de forma segura? Primeiro, é preciso identificar se no local é permitido fazer ultrapassagens. Passar por um veículo longo já é algo que requer cuidado e, se não houver respeito à sinalização, a probabilidade de ocorrer um acidente é muito grande. Só saia de trás do caminhão quando tiver certeza de que a distância em relação ao carro que vem em sentido oposto é segura. A melhor hora para fazer o movimento é na pista plana com a maior visibilidade possível. Existem estradas que parecem verdadeiros videogames. São tantos obstáculos, buracos, curvas, falta de acostamentos e sinalizações que tornam os caminhoneiros verdadeiros heróis. Portanto, se você estiver dividindo uma estrada assim com eles, tenha calma e aguarde o momento certo para ultrapassá-los. Os caminhoneiros mais experientes têm o controle da situação. Em estradas mais sinuosas, eles costumam dar seta para direita indicando o momento da ultrapassagem. Fique atento aos sinais e, em caso de dúvida, nunca ultrapasse, principalmente se o seu carro tem motor com menos de 90 cavalos.
  • Evite ficar no ponto cego dos grandões. A visibilidade traseira de um caminhão é restrita. Quem vem atrás deve sinalizar para ser visto e demonstrar suas intenções. Parta sempre do princípio que o motorista do caminhão ou do ônibus não te viu.
  • Estrada não é lugar de duelo. Assim como é difícil de parar, também é trabalhoso ganhar velocidade em um caminhão. Não raro em subidas, ele pode aproveitar a velocidade e fechar um automóvel que vem pela faixa da esquerda para poder ultrapassar outro caminhão. Sem entrar no mérito de quem tem razão, é melhor você ter paciência e esperar que ele retorne para faixa da direita. Prever esse tipo de situação evita aborrecimentos e acidentes. Não adianta querer disputar espaço com um veículo muito maior e mais pesado.
  • Cuidado ao entrar na estrada. Na hora de entrar numa pista, muita gente pensa que é bom esperar aparecer um caminhão e entrar na frente dele. Mas essa não é uma opção segura. Há caminhões que andam em velocidades altas e pode ser perigoso entrar no caminho deles. Na estrada, todo cuidado é pouco, pois é difícil conseguir fazer manobras seguras com o carro andando a 100 ou 120 km por hora. Muitas vezes, vale a pena perder dois ou três minutos para entrar em uma estrada ou fazer uma ultrapassagem. Perto do período total da viagem, isso representa muito pouco.
  • Atenção extra com as super carretas. Geralmente veículos com carrocerias estendidas têm uma placa na traseira indicando “veículo longo”. Nesses casos, a atenção deve ser redobrada, afinal, a distância e o tempo de ultrapassagem serão maiores.
  • Você não sabe quem está dirigindo. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a maioria dos acidentes com caminhões tem motoristas entre 25 e 30 anos. O estresse atinge muitos profissionais, mas sabemos que as jornadas dos caminhoneiros, em especial, são muito longas, mesmo com leis que tentam reduzi-las. Há ainda casos de quem dirige alcoolizado e, para cumprir prazos, faz uso de anfetaminas, cocaína e crack. Portanto, fique sempre alerta.

Fonte: http://g1.globo.com/carros/oficina-do-g1/noticia

 

Dicas Para Viajar Tranquilo No Carnaval

fev 10, 2015   //   by admin   //   Dicas  //  No Comments

dicasviagem

  • Faça uma revisão geral em seu veículo antes de viajar e cheque se os itens de segurança obrigatórios (estepe, macaco, chave de roda, cintos de segurança e extintor) estão em ordem.
  • Nunca dirija sob o efeito de álcool e de substâncias que afetem o raciocínio e a atenção.
  • Faça paradas periódicas para descansar, respeite os limites do seu corpo. O esgotamento de suas energias podem causar grandes transtornos e acidentes graves.
  • Programe suas paradas para o abastecimento e alimentação.
  • Nunca queira conhecer os limites de seu veículo, afinal “potência não é nada sem controle”.
  • Jamais atire latas, alimentos e ou demais objetos pela janela do carro, além de poderem gerar riscos de acidente aos demais motoristas, é dano a natureza. Lembre-se de sempre levar em seu veículo um saco de lixo.

Cintos de segurança atados e boa viagem!

UNIDADES VIA TOTAL